Ajude,
faz bem fazer
o bem

Sobre o
projeto

O Projeto Claretiano Solidário em Moçambique iniciou-se em 2008 como suporte para a Missão Claretiana em Moçambique, que, além de cuidar da Evangelização, sentiu a necessidade de cuidar da educação de crianças e jovens, da saúde da família e outros. Nesse sentido, o Claretiano - Rede de Educação, que congrega todas as Instituições de Ensino dos Missionários Claretianos do Brasil, assumiu esse trabalho solidário de educação e saúde através de seus colaboradores (funcionários, professores) e alunos, com suas famílias e pessoas de boa vontade.

O objetivo do Projeto são ações de educação e saúde em seus diversos níveis, que acontecem através de projetos, descritos a seguir. O Projeto não patrocina a doação de alimentos ou roupas.
O Projeto Claretiano Solidário em Moçambique entende que, em Moçambique, existem estruturas e pessoas capacitadas para desenvolver esses projetos; por isso, não patrocina o envio de pessoas do Brasil, pois é um projeto que valoriza os talentos locais. No Brasil, ajuda-se com ações solidárias.

A administração do Projeto Claretiano Solidário em Moçambique é feita no Brasil por uma equipe do Claretiano - Rede de Educação e, em Moçambique, pelos Missionários Claretianos, pelas Missionárias Claretianas e colaboradores locais.

Clique nos projetos ao lado para conhecer melhor

Reforço escolar

Atende crianças que cursam o 1º e o 2º ano escolar com dificuldade de aprendizagem. As escolas públicas encaminham essas crianças para o projeto, que acontece no período contrário ao da escola (de segunda a sexta-feira, duas horas diárias), em turmas de até 20 crianças. O reforço acontece em salas de catequese das paróquias da Missão Claretiana de Moçambique. Os monitores fazem a revisão do conteúdo que tiveram na escola pública e se reúnem com as famílias para orientação educacional. O projeto, que conta com 15 monitores e atende 450 crianças, acontece em cinco localidades: Gilé, Karamaju, Muiane, Moneie e Alta Ligonha).

Voltar
Reforço escolar

Saúde da família

Neste projeto, monitores de saúde visitam as famílias para orientar sobre higiene, alimentação saudável e prevenção de doenças, além de ajudá-las no encaminhamento aos postos de saúde. São dez monitores de saúde que visitam 250 famílias periodicamente. Este projeto também colabora com a Pastoral da Criança da Missão Claretiana de Moçambique.

Voltar
Saúde da família

Bibliotecas

Em 2016, foram enviados 5.200 livros (sobre Educação, Literatura, cursos profissionalizantes, catequese e bíblias) para os cinco locais do Projeto Reforço Escolar, onde se criaram bibliotecas para uso das crianças, jovens e famílias locais. Em 2017, serão enviados ainda mais livros. São as primeiras bibliotecas em cada localidade. Serão atendidas mais de 30.000 pessoas.

Voltar
Bibliotecas

Informática

Compra de computadores e contratação de monitores para cursos de informática para jovens e adultos. Atualmente, em 2016, existe apenas um laboratório, pois os demais locais do Reforço Escolar ainda não possuem energia elétrica. Em 2017, serão criados mais dois laboratórios com geradores a diesel. O curso de infor- mática na cidade de Gilé atende 70 alunos por semestre.

Voltar
Informática

Graduação e pós

Oferta de cursos na modalidade a Distância na cidade de Gilé que vai abranger uma região de 60km2, atendendo jovens e adultos através de cursos profissionalizantes, de Graduação e Pós-graduação. O projeto também envolve envio de material didático e financiamento de acesso à internet, bem como manutenção de computadores e monitores.

Voltar
Graduação e pós

Convênio UCM

O Claretiano - Centro Universitário de Batatais criará programas de assessoria pedagógica, acadêmica, editorial e tecnológica à Universidade Católica de Moçambique. O projeto iniciou-se em 2016.

Voltar
Convênio UCM

Ajude uma família

Famílias do Brasil ajudam famílias de Moçambique que residem no território da Missão Claretiana de Moçambique através de ajuda financeira para educação de crianças e jovens dessas famílias (custeio de material escolar, uniforme e merenda escolar). Há, também, troca de cartas entre as famílias para conhecerem suas realidades.

Voltar
Ajude uma família

Rádio comunitária

Rádio que atende todo o território da Missão Claretiana de Moçambique (mais de 60km de distância). O projeto conta com programas educativos, manutenção dos equipamentos, programas de saúde e programas na língua materna (loumo). A língua oficial é o português, mas as famílias, em casa, falam o loumo.

Voltar
Rádio comunitária

Centros de atendimento

O Claretiano possui projetos de centros de atendimento construídos nas localidades de: Gilé, Karamaju, Muiane, Moneie e Alta Ligonha, localizadas junto à Missão Claretiana de Moçambique, que possui espaços que precisam de reforma e outros a serem construídos.

Voltar
Centros de atendimento

*Em Moçambique, 70% das pessoas são analfabetas

Como
ajudar?

O Projeto Claretiano Solidário obtém recursos com:

  1. Doações financeiras;
  2. Venda de artesanato trazido de Moçambique;
  3. Venda de camisetas promocionais do projeto;

Doações financeiras, por depósito bancário em favor de:

Província Claretiana do Brasil
CNPJ 60.543.519/0001-48
Banco Itaú
Agência 0442
C/C 25.087-4

Informações e aquisições de camisetas:

Sede: Projeto Claretiano Solidário de Moçambique
Rua Dom Bosco, 466 - Castelo
14.300.000 - Batatais - SP - Fone: 16 3660-1778

Nos colégios e faculdades: no setor de Ação Pastoral
Nos polos: procure pelo supervisor de polo

conheça abaixo as cores disponíveis da camiseta

Camisa 1
Camisa 2
Camisa 3
Camisa 4
Camisa 5

*Em Moçambique, 76% das pessoas estão abaixo da linha da pobreza

Ajude! Faz bem fazer o bem